Literatura em tempos de Corona Vírus

Clipping / Contemporâneo / Cultura
Literatura em tempos de Corona Vírus

Maria Claudia escritora do insta @historiasdevc compartilhou algumas dicas de livros com temáticas bem variadas para a gente fugir um pouco do assunto do momento…..

Você, assim como eu, deve ter recebido infindáveis listas de dicas do cursos online, séries da Netflix, receitas fit, visitas virtuais a museus, livros para ler nesses dias de quarentena. Eu, do alto dos meus três filhos, homeschooling, casa para arrumar, medo e stress, confesso que precisaria de, pelo menos, um ano inteiro de quarentena para conseguir fazer metade das indicações que me passaram. Mas acho que certas dicas são sempre bem vindas, que podem e deve-se estender para depois da quarentena. Então resolvi criar a minha própria lista de livros que, caso tenhamos tempo nessa clausura sem data para acabar, seriam bem-vindo para elevar os espíritos, amenizar a ansiedade e nos dar liberdade neste momento que nos sentimos presos. São títulos variados e que fogem da temática de doenças e medo, pois acho que isso nossos cérebros já estão cheios, não é mesmo?

Casa dos espíritos, Isabel Allende – clássico exemplo de realismo mágico. A casa dos espíritos relata a saga da família Trucba no período de grande turbulência politica de um pais Latino-americana indefinido. Recheada de personagens ricamente elaborados, Isabel Allende mergulha fundo na alma das três mulheres da família que, cada uma a sua forma, mantem vivos e indissolutos os laços de amor, apesar das forças externas que tentam destruí-los.

O tempo entre as costuras, Maria Dueñas – O livro conta a trajetória de Sra Quiroga, uma costureira de Madrid que, para não perder um grande amor, vai para o Marrocos e la vê toda a sua vida transformada. Estendendo-se pelo período da Guerra Civil espanhola e posteriormente da IIGuerra Mundial, a personagem principal dessa história é exemplo da resiliência, paixão e de capacidade de se reinventar para manter a vida pulsando.

Uma mãe, Alejandro Palomas – Uma noite de reencontro, uma família conturbada e uma mulher excepcional. Em Uma mãe, o espanhol Alejandro Palomas constroi a comovente narrativa de uma noite singular na vida de Amália -mulher corajosa e repleta de paixão pela vida, que enfrenta o sofrimento com humor e ternura. Uma das minhas melhores descobertas Literárias, Uma mãe é um mergulho nas relações familiares, na seu poder, na sua força e perpetuidade.

A Trégua, Mario Benedetti -A Trégua o mais famoso romance de Mario Benedetti e uma das obras mais importantes da literatura latino-americana contemporânea. Dotado de uma fina ironia, o livro conta a historia de Martin Santomé, um viúvo quase aposentado, cujos dias se arrastam num desenrrolar cinzento e sem graça. Seu destino no entanto, sofrerá um revés quando conhecer Laura Avellaneda, uma jovem discreta e tímida contratada para ser sua subalterna.É uma historia que trata a (re)descoberta do Amor, da felicidade e do que é viver.

Quando Nietzsche chorou, Irvin D Yalom – O autor, renomado psiquiatra e responsável por outras obras famosas como A Cura de Schopenhauer, nos apresenta uma obra sobre a imaginária relação de duas figuras brilhantes e enigmáticas , Josef Breur e Friedrich Nietzsche. Juntos, os dois empreenderão num mergulho nas prufundezas de suas psiquesde para descobrir o poder redentor da amizade.

O tempo e um rio que corre, Lya Luft – Dona de uma escrita sensível , verdadeira e que toca a alma, os textos de Lya Luft são sempre um convite para olhar para dentro. Nesta obra a autora cria um comovente ensaio sobre as relações humanas, a infância, a juventude, o amadurecimento e a morte, e o valor da vida. A reflexão que ela nos propõe é muito bem vinda, pois nos faz pensar sobre o tempo- este bem tão precioso- e o que fazemos dele.

FONTE: Maria Cláudia S. Cassou Guerios , @historiasdevc

VEJA TAMBÉM

Whatsapp